Roupas para proteger os cães do frio: qual a ideal e quais raças precisam mais

Quando as temperaturas começam a diminuir no Brasil, os tutores logo ficam preocupados com os seus cães, pois alguns pets dormem no quintal, do lado de fora da casa. É aí que surge a dúvida se é realmente necessário agasalhar e manter os cães quentinhos em dias mais frios. E essa é uma questão importante, pois tudo depende da raça e tipo do animal.

E se você ficou curioso para saber um pouco mais sobre o assunto, não se preocupe. Neste artigo nós vamos te mostrar quais são as raças que precisam de agasalho e quais são as roupas ideais para os cães. Para entender tudo sobre as roupas para proteger os pets do frio, acompanhe até o final!

Os cães realmente precisam se aquecer no frio?

Alguns médicos veterinários afirmam que os cães não precisam de uma camada extra de aquecimento, pois o sistema circulatório do cachorro é o suficiente para que ele consiga lidar bem com o frio. Além disso, muitos cães conseguem lidar melhor com o inverno do que com o verão, por exemplo.

Cães de pelagem longa, como o Yorkshire ou Golden Retriever, não precisam de roupa para se aquecer quando as temperaturas estão baixas. Por mais frio que esteja o clima, apenas os pelos e o organismo do animal são suficientes para ele. Além disso, cachorros que estão acima do peso, mesmo que sejam de uma raça de pelagem curta, também não precisam se aquecer, pois a gordura corporal é suficiente.

As raças de pelo curto, como o Chihuahua e o Cão de Crista Chinês, até podem utilizar agasalhos, desde que você note que, de fato, seu cachorro sente frio. Neste caso, é importante escolher uma peça que não atrapalhe o cachorro a andar, comer e fazer as suas necessidades básicas, por exemplo. Então fique atento!

Outro ponto importante para se levar em consideração é o clima da sua cidade. Se onde você mora a temperatura mais baixa é de até 5 graus, não há necessidade de colocar diversos agasalhos no cãozinho, pois o pelo dele é suficiente. Evite apenas deixá-lo do lado de fora da casa, pois ele pode ficar gripado, por exemplo.

Além disso, se o seu cãozinho nasceu na neve, como o Husky Siberiano e o São Bernardo, não se preocupe com nada. Esses animais conseguem aguentar temperaturas que para nós humanos são impossíveis. Logo, lembre-se que o organismo e a resistência do pet em relação ao frio, é diferente.

Como notar que o animal está com frio?

A melhor maneira de ver se o seu pet precisa de um casaco ou de algum outro tipo de acessório para as baixas temperaturas, é notando se ele está com frio.

O próprio pet vai dar sinais para o tutor de que está sentindo frio, como se enrolar em um canto, ficar mais quieto e buscar ficar sempre junto. Com os cães, se você sentir as patas e as orelhas geladas, significa que estão com frio. Por isso, procure aquecê-lo. Entretanto é importante sempre verificar se ele se sente confortável com o agasalho.

Além disso, corrimentos nasais ou oculares podem ser alguns sintomas de frio e até mesmo gripe. Sempre importante lembrar que resfriado nos animais é bem mais grave do que em humanos. Por isso, se notar algum sinal de gripe, leve o pet com urgência ao veterinário.

Raças que mais sentem frio

  • Chihuahua
  • Cão de Crista Chinês
  • Pug
  • Shih Tzu
  • Pinscher
  • Maltês
  • Pequinês
  • Buldogue inglês
  • Buldogue Francês
  • Galgo Italiano

Qual a roupa ideal para o cãozinho?

Atenção ao material

Uma vez decidido colocar uma roupinha no cachorro, você deve considerar o tipo do material. A lã, por exemplo, pode ser um dos melhores para isolamento térmico. No entanto, não é recomendada para os cães, pois o pet pode ter propensão à alergia ao material. Além disso, a lã é um material difícil de limpar.

Por isso, o melhor material para escolher é a malha e flanela. Esses dois tipos de tecido podem aquecer o animal sem esquentá-lo demais. Além disso, são fáceis de lavar e também secar.

Escolha o tamanho ideal

É importante medir o cachorro antes de comprar uma peça de roupa para ele. O tamanho da roupa é importante para que ele fique confortável. Além disso, não pode ser tão grande a ponto de ficar arrastando pelo chão, nem com partes que possa agarrar em algo e machucá-lo. Do mesmo modo, a roupa do cachorro não deve ser pequena a ponto de restringir o movimento dele e incomodar.

A roupinha de cachorro deve servir de forma adequada, ficando bem rente à pele do cachorro, mas sem sufocá-lo. Lembre-se que o mais importante é o conforto e o bem estar do cachorro. E caso ele não queira vestir a roupa, não force nada. Opte por um cobertor quentinho e deixe que ele deite em cima, as roupas são para o bem estar do animal e não devem estressá-lo.

Cuidado com os detalhes

Outra consideração importante é sobre o tipo de aviamento usado, como por exemplo, botões, zíperes, ganchos e etiquetas. As melhores peças de roupa para cachorro são aquelas que não possuem nada que eles possam mastigar ou engolir. Ou seja, nada que possa se soltar ou ser arrancado. Por isso, avalie bem a peça.

Conforto sempre!

As roupas para cachorro podem sim fazer a diferença para algumas raças. Respeitando as necessidades do cachorro, não há problema em vesti-lo quando necessário. Apenas atente-se em escolher a peça ideal e conte conosco para oferecer o melhor que seu pet elegante merece!

Essa é uma dia da Ana Luíza Brant para o seu Pet!

Digite Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *