Categoria: Ciência

caudectomia

Caudectomia É Segura? Faz Bem? Descubra Aqui!

A caudectomia, ato de remover cirurgicamente parcial ou totalmente a cauda de um animal, normalmente é realizada em cães para atender a padrões de raças e por motivos estéticos. Porém, ela também pode ser indicada como procedimento terapêutico. A caudectomia realizada apenas por motivos de estética é proibida em diversos países. Isso se deve às diversas complicações a curto e longo prazo.

A maioria das complicações da caudectomia são relacionadas à má aplicação de técnicas cirúrgicas. Contudo, de acordo com um estudo da Faculty of Veterinary Medicine de Karaj, essas complicações também derivam, grande parte das vezes, de infecções oriundas do local onde o procedimento é realizado, que pode estar sujo ou contaminado com bactérias.

A falta das funções naturais da cauda podem até mesmo facilitar o surgimento de doenças transmitidas por vetores nos cães. Isso se deve ao fato de que abanar a cauda é uma das principais formas de afastar mosquitos e outros insetos potencialmente perigosos. Ainda de acordo com o mesmo estudo, devido à vasta gama de complicações que a caudectomia pode causar à qualidade de vida do cão, o procedimento só deve ser realizado quando necessário e recomendado por questões de saúde e executado por um veterinário especializado.

placa de identificação cachorro e gato coleira

Placa de Identificação: Qual a Importância para Seu Pet?

Equipar seu cachorro ou gato com uma placa de identificação durável e de alta qualidade é a melhor forma de prevenir que seu pet se perca. Basta prendê-la à coleira, colar ou corrente favorita do seu bichinho, de forma que o pet se sinta confortável o bastante com o acessório para utilizá-lo o tempo todo. Muitos cães e gatos nunca chegam a se reunir com suas famílias simplesmente porque não tinham uma placa de identificação com seu nome e alguma forma de contato com seus tutores. Mas é fácil garantir um final feliz mesmo que seu pet seja um expert na fuga!

Cachorro Sonha? E Com o Que Sonha?

Se você já passou algum tempo observando toda a fofura que é um cãozinho dormindo, provavelmente já testemunhou períodos de sono mais ativos. Eles podem mexer as patas, balançar a cauda uma vez ou outra, ensaiar um latido sem som, ou até mesmo rosnar e choramingar. Então: cachorro sonha? Perguntar-se se eles sonham e, além disso, qual a natureza desses sonhos, é algo bem comum entre tutores e admiradores de cães. Esse tipo de pergunta levou grandes pesquisadores em universidades ao redor do globo a investigar e buscar maiores explicações sobre o assunto.